segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

As diferenças entre as profissões da imagem

1 - Personal Stylist
1.2.1
“Conheça primeiro quem você é, então adorna-se de acordo.”
Epictetus
Filósofo Grego

Com base em informações de biótipo o personal stylist inicia seu trabalho. O estilista pessoal (traduzindo ao pé da letra) tem como principal incumbência levantar informações sobre o tipo físico do cliente e orientá-lo sobre como conseguir a harmonia estética através de modelagens e cores que podem valorizá-lo.

Um corpo triângulo invertido (ombros e ou seios fartos + quadril estreito), por exemplo, pede determinados modelos de roupas e cores para que fique esteticamente equilibrado, enquanto que o corpo triângulo (ombros e ou seios pequenos + quadril largo) necessita de outros modelos e cores.

Conforme tom de pele e cabelos as cores também são adaptadas. O ideal é que o personal stylist adéqüe esses elementos em roupas que seguem o estilo pessoal do cliente, fazendo assim com que ele se sinta esteticamente mais bonito e estilisticamente mais de acordo com seu lifestyle.
2 - Personal Shopper
1.2.2
“Dificilmente você tem uma segunda chance
de causar uma primeira impressão.”
Brenda Cooper
Personal Shopper da cantora Madonna

Uma festa, um evento profissional, uma ocasião especial. Quem precisa de uma consultoria pontuada e de auxílio para comprar as peças que vão compor o look perfeito para transmitir o que se deseja, contrata o personal shopper.
Pessoas sem tempo para compras, também optam por esse contratar os serviços desse profissional que garimpa as peças de acordo com as necessidades do cliente e as entrega em casa / trabalho / hotel – enfim, onde o cliente estiver.

O personal shopper pode fazer as compras sozinho e entregar ao cliente ou também acompanhar o cliente exclusivamente no momento das compras, dando orientações na própria loja de forma objetiva.
3 – Figurinista
1.2.3
Desenhar um figurino para ser usado no desfile de Carnaval, criar o figurino para um show – ou turnê e desenvolver uma roupa performática para um evento específico são trabalhos atribuídos ao figurinista.

O figurinista cria figurinos, ou seja, não são roupas do dia a dia e sim roupas que permitem materiais, cores e modelagens inventivos que podem beirar a fantasia e ou que dão estilo a um personagem e comunicam quem ele é.
4– Profissional de Visagismo
1.2.4
O trabalho envolve conhecimentos de maquiagem, design de sobrancelhas, corte e cor de cabelo entre outros elementos do corpo buscando a harmonia estética.
5 - Consultor de Imagem
1.2.5
Foto: Helmut Newton
“Nossa imagem externa é nosso mensageiro, uma declaração pública.
Alguns disfarces estão fortemente ligados aos nossos medos mais íntimos,
e nesse caso, a roupa funciona como escudo para nos ocultar e proteger.”
Gianni Versace
Estilista

A roupa é um veículo de comunicação transmitindo informações sobre a pessoa para todos ao seu redor. Antes mesmo que inicie sua fala, ela já foi analisada inconsciente ou conscientemente pelas pessoas que estão com ela.

A percepção que se tem de uma pessoa através de suas roupas não está ligada ao bom-gosto ou ao gosto pessoal. É fruto de um sistema de linguagem natural do ser humano e aprimorado pelas sociedades. O estudo científico das linguagens não-verbais / icônicas, como a roupa, a música e os aromas, se dá através da Semiótica. Na consultoria de imagem o ideal é ainda combiná-la com conhecimentos de sociologia e psicologia.

É necessário haver eco entre o discurso da fala e o discurso da roupa para que haja credibilidade. Se a pessoa tiver uma determinada fala e comportamento e esses não forem compatíveis com suas roupas, ninguém vai acreditar nela, ela será vista com desconfiança.

O consultor de imagem vai a fundo em seu cliente, analisa quem ele é e sua imagem percebida pelos outros; analisa quem ele quer ser e desenvolve um projeto de construção de imagem envolvendo todas as áreas da imagem.

 
6 – Consultor de Etiqueta
1.2.6
“Não há nenhuma realização tão fácil de alcançar quanto a polidez,
e nenhuma mais lucrativa.”
George Bernard Shaw
Prêmio Nobel de Literatura em 1925


Sentir-se seguro em todas as situações permite à pessoa mostrar seus conhecimentos, capacidades e qualidades com muito mais desenvoltura. Comportamento, postura, hábitos, atitudes e capacidade de observação e percepção são considerados hoje tão importantes para qualquer profissional quanto seus conhecimentos e habilidade técnicos. O motivo é simples: esses fatores determinam o sucesso nos relacionamentos e nas negociações. Boas maneiras abrem portas, fazem a diferença na carreira e podem ser o primeiro passo para o sucesso.

Esse é o trabalho do consultor de etiqueta. Orientar sobre etiqueta social e ou profissional para que a pessoa sinta-se mais segura.

Pessoas que ganharam mobilidade social tendo uma ascensão financeira rápida buscam esse serviço para que consigam ter uma ascensão social compatível, adequando-se aos grupos.

Profissionais promovidos ou que buscam promoção, profissionais das áreas comerciais e de atendimento ao público, também buscam aprender como se comportar em um almoço de negócios, em que momento entregar o cartão de visitas e como fechar um contrato de alto valor. Profissionais que lidam com estrangeiros ou que vão se mudar para outros países também são clientes dessa modalidade de trabalho.
7 – Profissional de Media Training e Oratória
1.2.7
“Os limites da minha linguagem denotam os limites do meu mundo.”
Ludwig Wittgenstein
Filósofo Austríaco naturalizado Britânico

Algumas áreas de atuação profissional exigem uma excelente capacidade de expressão. Diretores e Presidentes de empresas de grande porte e multinacionais, políticos, celebridades do show business e pessoas que têm contato direto com a imprensa podem necessitar de uma consultoria especializada para aprimorar a construção da sua imagem através da fala.

A imagem ou reputação do profissional ou da empresa que ele representa podem ser arranhadas se sua apresentação e sua fala não forem adequadas. Já, quando bem trabalhadas, garantem credibilidade e contribuem para a construção da imagem percebida pelos outros envolvidos.

A oratória é mais voltada para condução de reuniões, palestras, treinamentos e comícios. Esse treinamento é conduzido por pessoas com formação em Filosofia, Letras ou Comunicação.

O media training envolve o treinamento para falar com a imprensa, quer seja diante das câmeras de TV, no rádio ou para imprensa escrita. Ensina-se como responder entrevistas, como sair de saias justas diante de perguntas complicadas, como participar de debates, como se portar diante das câmeras, que roupas podem ou não ser usadas frente às câmeras devido à iluminação e questões técnicas, como falar no rádio que é um veículo somente com som e sem visual, dentre diversas outras questões.

Não sabe o que vestir ? Pergunte - me como


Muitas mulheres ficam horas na frente do guarda roupa , sem saber o que vestir , o que combinar e reclamam que nunca tem roupa !
Seus problemas acabaram , pergunte - me como , ajudarei vocês a  terem um guarda roupa inteligente com várias combinações , sem gastar muito ...

Juliana Bacellar Pires
Personal Stylist